Movimento ODS (Objetivos de Desenvolvimento Sustentável) 2030

Em setembro de 2015, chefes de Estado e de Governo e altos representantes, reuniram-se na sede das Nações Unidas  (ONU), em Nova York, no momento em que a Organização comemorava seu septuagésimo aniversário. Na ocasião, foram definidos os 17 novos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) globais e 169 metas. 

Este conjunto de Objetivos e metas universais e transformadoras é abrangente, de longo alcance e centrado nas pessoas. O prazo para a plena implementação desta Agenda é  2030. O objetivo é alcançar o desenvolvimento sustentável nas suas três dimensões – econômica, social e ambiental – de forma equilibrada e integrada. 
Todos os países e todas as partes interessadas, atuando em parceria colaborativa, implementarão este plano de ação para as pessoas, para o planeta e para a prosperidade. Ela também busca fortalecer a paz universal com mais liberdade. Reconhecendo que a erradicação da pobreza em todas as suas formas e dimensões, incluindo a pobreza extrema, é o maior desafio global e um requisito indispensável para o desenvolvimento sustentável.

Signatário

Ser signatário signifca que a nação, Estado , Município ou pessoa subscreveu a algum tipo de manifesto, contrato, acordo, carta ou outro documento com o qual concorda com o conteúdo apresentado.
A Prefeitura de Blumenau é signatária do Movimento Nacional ODS Santa Catarina assumindo o compromisso da incorporação dos ODS na prática da organização, com a adesão de 10 secretarias e uma autarquia. 
Em setembro de 2018, o Samae aderiu ao movimento que conta com mais de 2 mil membros e é reconhecido pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). A autarquia apresentou duas ações dentro dos objetivos sugeridos pela ODS para receber o Selo: “ O Consumo e Produção Responsáveis” e “Água potável e Saneamento básico”. 
Na primeira ação, o projeto apresentado foi o Kit Sustentável, entregue a cada servidor e contém: 1 xícara, 1 copo e 1 Squeez e evita o uso diários de copos descartáveis. O segundo, está incluído no objetivo “Água potável e Saneamento básico”, e foi a ampliação da implantação e ligação do sistema de esgotamento sanitário, seguindo o Plano Municipal de Saneamento Básico.
Para receber o Selo, as entidades precisam apresentar projetos que cumpram os 17 objetivos propostos pela ODS envolvendo temáticas diversificadas, como erradicação da pobreza, segurança alimentar e agricultura, saúde, educação, igualdade de gênero, redução das desigualdades, energia, água e saneamento, padrões sustentáveis de produção e de consumo, mudança do clima, cidades sustentáveis, proteção e uso sustentável dos oceanos e dos ecossistemas terrestres, crescimento econômico inclusivo, infraestrutura e industrialização, governança, e meios de implementação.



Galeria de fotos