Samae alerta para separação dos lixos comum e reciclável em contêineres


Publicado em: 15/08/2018 17:10
Samae alerta para separação dos lixos comum e reciclável em contêineres
A população deve ficar atenta com relação à disposição do lixo comum e reciclável nos 204 contêineres distribuídos pela região central da cidade. De acordo com a Gerência de Resíduos Sólidos do Samae, muitos materiais estão sendo misturados, o que impossibilita a realização da coleta seletiva.

Conforme explica o gerente de Resíduos da autarquia, João Carlos Franceschi, o lixo orgânico e rejeitos misturados com o seletivo contaminam o material e inviabilizam o processo de reciclagem e aproveitamento pela cooperativa de catadores que faz a separação e venda, gerando trabalho e renda para dezenas de famílias. “Quando a coleta seletiva passa e verifica que há lixo comum junto ao reciclável, eles não realizam a coleta. A responsabilidade pela separação, acondicionamento e disposição adequada é do gerador”, explica.

Para evitar a contaminação do material reciclável é necessário que o cidadão retire os restos de líquidos ou comidas das embalagens, antes de separá-las e descartá-las. Além disso, resíduos com sobras de alimentos, como embalagens de isopor utilizadas para acondicionamento de alimentos e sacolas de plástico com gordura, devem ir para o lixo comum, e não para a coleta seletiva.

É possível verificar a lista de materiais recicláveis neste link. Qualquer dúvida pode ser esclarecida pela Gerência de Resíduos Sólidos do Samae, por meio do telefone 3222-4150 ou e-mail rsu@samae.com.br.

Assessor de comunicação: Diorgnes Saldanha Lima
Foto: Eraldo Schnaider